Olha só!, é um blog olho no olho, quero dizer, palavra no ouvido, grito no espaço, segredo e colapso público. É pra conversar um pouco pois é conversando que a gente se entende. Um pouco. Em tempo: todas as fotografias são do mesmo autor dos textos.
Quinta, 9 de maio de 2013
CANHOTO

 

respeito

o meu amor

não porque tenha

dever

ou direito

mas devido

ao fato de poder

ganhar

mais um lado

esquerdo

09.05.2013.

Quarta, 8 de maio de 2013
MUDANÇA



I


mudar
é lançar outra vez os dados
noutra mesa, noutro espaço
buscar outro resultado

mudar
é torcer no leme do barco
correntezas de sargaços
um mar novo revelado

mudar
é apressar a vez do futuro
é pichar novamente o muro
já pintado

mudar
é passar a limpo o passado
é pensar no fruto maduro
semeado

mudar
é testar novo ingrediente
para aquele sabor de sempre
ser degustado
por outro apuro

mudar
é tentar ficar mais contente
descobrir novo continente
ou outro estado
ou outro mundo


II


mudar
é estar sujeito a tudo
rosquear outro parafuso
mais uma vez
no mesmo furo

mudar
é ficar entre o claro e o escuro
revirar tempos e entulhos
virar talvez
ser nada e muito

mudar
é entrar na rodada da dança
e saber que em toda mudança
às vezes seis
é meia dúzia



MUDAR


mudar é tudo
menos calar

sair do escuro
que cega
sair do sol
que queima

entrar no sótão
e abrir a claraboia
ir ao porão
e cavar um túnel

contar uma outra história
daqui para frente
manter o volúvel
firmar o presente

mudar é poder
ser uma nova canção
e cantar e dançar
em muitas rodas

mudar é tudo
menos ficar mudo


29.03.2013.

Páginas
<< Início  < Anterior 1 2