Olha só!, é um blog olho no olho, quero dizer, palavra no ouvido, grito no espaço, segredo e colapso público. É pra conversar um pouco pois é conversando que a gente se entende. Um pouco. Em tempo: todas as fotografias são do mesmo autor dos textos.
sexta, 12 de janeiro de 2018
SABE?

 

sabe o que é amar?

é se despir de si e se dar.

 

sabe o que é se dar?

é não decidir entre

ser feliz ou se danar.

 

sabe o que é se danar?

é perder a noção

é perder a nação

seu país e território
seu amor próprio.

 

é sentir o não

não nos ouvidos

mas no coração

 

12.01.2018.

domingo, 7 de janeiro de 2018
AINDA


certo dias
meu coração
não ruge nem trina
não bate nem leva
não destina nem apanha


meu coração não é hoje
é eterno enquanto extinta
feito o oco do pote
como o avesso da rima
meu coração não se entreva
não medra nem se tamanha


meu coração
se fascina
se entrega
se acode
e explode


ainda


15.05.2017.

quinta, 4 de janeiro de 2018
ISSO SÓ

 

minha solidão é daquelas que gestam. mesmo havendo pai, a mãe é quem sabe o que carrega. minha solidão de homem é uma mãe indigesta. não sei o que é ter filhos mas bem o que é ter ideias. minha solidão de ser é somente tentar reverter ao concreto o eu mesmo me faço em promessas. minha humana solidão não é drama nem comédia, somente uma peça.

então peça que eu te explique, que eu autentique meu amor, meu olhar, minha pele. vou te dizer que te amo, te miro, te sinto o toque. mas também vou confessar que só te quero porque me é necessário, que só te olho para apurar meu desejo, que só me deixo acariciar porque gosto de zelo.

minha solidão não é pesada ou grave, é grávida e ousada, questão de quem pare uma profusão de eus. questão pra quem ferve, pra quem tem verve, quem tem a febre de criar e condição de transbordar o poço e tornar jorro a fonte dos sentidos.

minha solidão é daquelas que vestem uma roupa e nunca querem trocar de estilo.

minha solidão é um alvo escuro e um claro tiro.

17.12.2017.

Páginas
1 2 3 4 5 Próxima >  Última >>